Brasil na alienação dos sentidos negativos da política, corrupção generalizada, a falta de reforma política... o ficha limpa não passa o Brasil a limpo!

Enfim, este país de vossas excelências, as mariposas políticas, o povo vive de utopia, pela miséria controlada afim de eleições e reeleições, donde o dinheiro público é investido ao bem patrimonial de políticos; e os jovens se perdem em redes sociais falando que vão ao banheiro!


maio 30, 2012

Eu não votei na Dilma!!!

Estou entre os 80 Milhões de Brasileiros que Não votaram na Dilma LEIAM COM ATENÇÃO...


COMO DILMA ROUSSEFF CONSEGUIU ESCONDER SEU PASSADO CRIMINOSO PARA SER ELEITA PRESIDENTE DA REPÚBLICA DO BRASIL
Esta Ministra do STM - Supremo Tribunal Militar, ajudou a esconder do Brasil o passado de Dilma Rousseff até o fim das eleições de 2010...

Ela foi indicada pela então Ministra Dilma Rousseff, durante o Governo LULA, para o cargo de Ministra do STM - Supremo Tribunal Militar, em março de 2007.

Já lá dentro, ajudou a retardar a divulgação da ficha suja [imunda] da Dilma em 2010, para que os brasileiros não soubessem dos crimes praticados pela TERRORISTA DILMA ROUSSEFF.

LEIA...
http://www.averdadesufocada.com/index.php?option=com_content&task=view&id=3939&Itemid=1

LEIA... CUIDADO COM O ENJOO!...
http://outroladodanoticia.wordpress.com/2009/04/18/primeira-mulher-no-superior-tribunal-militar-stm-ja-foi-militante-de-esquerda/

***********************
CRONOLOGIA DOS FATOS
***********************
17/08/2010 - Tribunal 'esconde' processo contra Dilma nos anos 70
http://www1.folha.uol.com.br/poder/784002-tribunal-esconde-processo-contra-dilma-nos-anos-70.shtml

28/09/2010 - VEJA: Tribunal Militar nega liminar para abrir processo de Dilma
http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/tribunal-militar-nega-liminar-para-abrir-processo-de-dilma/

28/09/2010 - FOLHA: Tribunal militar nega liminar para abrir processo de Dilma
http://www1.folha.uol.com.br/poder/806159-tribunal-militar-nega-liminar-para-abrir-processo-de-dilma.shtml

03/10/2010 - PRIMEIRO TURNO DAS ELEIÇÕES

05/10/2010 - STM julga mandado da Folha sobre caso Dilma
http://www1.folha.uol.com.br/poder/809933-stm-julga-mandado-da-folha-sobre-caso-dilma.shtml

31/10/2010 - SEGUNDO TURNO DAS ELEIÇÕES

16/11/2010 - Tribunal Militar libera à Folha acesso a processo de Dilma
http://www1.folha.uol.com.br/poder/831541-tribunal-militar-libera-a-folha-acesso-a-processo-de-dilma.shtml
..

Estou entre os 80 Milhões de Brasileiros que Não votaram na Dilma


Países da ONU recomendam fim da Polícia Militar no Brasil

DA EFE


O Conselho de Direitos Humanos da ONU pediu nesta quarta-feira ao Brasil maiores esforços para combater a atividade dos "esquadrões da morte" e que trabalhe para suprimir a Polícia Militar, acusada de assassinatos.

Esta é uma de 170 recomendações que os membros do Conselho de Direitos Humanos aprovaram hoje como parte do relatório elaborado pelo Grupo de Trabalho sobre o Exame Periódico Universal (EPU) do Brasil, uma avaliação à qual se submetem todos os países.

A recomendação em favor da supressão da PM foi obra da Dinamarca, que pede a abolição do "sistema separado de Polícia Militar, aplicando medidas mais eficazes (...) para reduzir a incidência de execuções extrajudiciais".

A Coreia do Sul falou diretamente de "esquadrões da morte" e Austrália sugeriu a Brasília que outros governos estaduais "considerem aplicar programas similares aos da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) criada no Rio de Janeiro".

Já a Espanha solicitou a "revisão dos programas de formação em direitos humanos para as forças de segurança, insistindo no uso da força de acordo com os critérios de necessidade e de proporcionalidade, e pondo fim às execuções extrajudiciais".

O relatório destaca a importância de que o Brasil garanta que todos os crimes cometidos por agentes da ordem sejam investigados de maneira independente e que se combata a impunidade dos crimes cometidos contra juízes e ativistas de direitos humanos.

O Paraguai recomendou ao país "seguir trabalhando no fortalecimento do processo de busca da verdade" e a Argentina quer novos "esforços para garantir o direito à verdade às vítimas de graves violações dos direitos humanos e a suas famílias".

A França, por sua parte, quer garantias para que "a Comissão da Verdade criada em novembro de 2011 seja provida dos recursos necessários para reconhecer o direito das vítimas à justiça". Muitas das delegações que participaram do exame ao Brasil concordaram também nas recomendações em favor de uma melhoria das condições penitenciárias, sobretudo no caso das mulheres, que são vítimas de novos abusos quando estão presas.

Neste sentido, recomendaram "reformar o sistema penitenciário para reduzir o nível de superlotação e melhorar as condições de vida das pessoas privadas de liberdade".

Olhando mais adiante, o Canadá pediu garantias para que a reestruturação urbana visando à Copa do Mundo de 2014 e aos Jogos Olímpicos de 2016 "seja devidamente regulada para prevenir deslocamentos e despejos".

Por uma mídia de verdades, não por manipulação...




Um senador a serviço da contraversão penal??!!

A guilhotina, durante a Revolução Francesa, era extremamente nervosa. Milhares perderam a cabeça por questões minúsculas, se comparadas ao que se assiste hoje nos julgamentos do bicheiro Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, no Judiciário, e de seu cúmplice no Senado, Demóstenes Torres. Sem a menor desfaçatez, Demóstenes dá de ombros, desdenha dos brasileiros ao presumir como uma questão menor, com os valores que o levaram à cadeira dos réus perante o Conselho de Ética da Casa mais alta do Parlamento, o fato de um criminoso condenado pagar-lhe a conta do telefone, entre outras contas mais de que ainda não se têm notícia. Em um julgamento político, cada um dos “R$ 30 ou R$ 50″ que custaram cada mensalidade do rádio, usado para se comunicar com a gangue, transforma-se em milhões de bofetadas na face da Nação.

Fato é que a Polícia Federal chegou ao ninho das vespas e o país, cada eleitor, cada brasileiro, resolveu correr o risco e terminar com a infestação. Não importa se há zangões no Supremo Tribunal Federal (STF), governadores corruptos em Estados da Federação, empresários endinheirados à custa dos cofres públicos e jornais, revistas e jornalistas preparados pela organização criminosa para vender o caos em troca de um novo golpe contra o governo eleito. Esta parcela, a ínfima parte da população representada por cada um dos envolvidos na fabricação de uma cortina de fumaça para os olhos do Brasil, à qual integram os mesmos algozes da democracia durante os Anos de Chumbo, está hoje nas páginas dos inquéritos em andamento, nas escutas telefônicas realizadas com a autorização da Justiça, nos autos dos processos que seguem adiante, no tortuoso rito das cortes penais.

Ministros, parlamentares e alguns governadores, aninhados na certeza da impunibilidade, aplicaram golpes milionários sim, mas a aparência de normalidade que buscam passar por atos torpes, de menor importância para verdadeiros atentados criminosos, o semblante de coitado, carola recém-devoto, insone fariseu no pântano da maledicência, esta atitude mereceria, por si mesma, levar quem a adota ao caminho que Luís XV percorreu tempos atrás, embora este o tenha feito com a altivez que falta às personagens da ópera bufa ora em serviço. Se lhes respeitaria muito mais a coragem, caso empunhassem a bandeira da insolência e do escárnio com que trocavam mensagens, cifradas no pueril código dos ladrões, com os risos escancarados nos telefonemas de parabéns por mais um assalto bem sucedido ao Erário, na sebenta troca de amabilidades entre os ímpios, após arrastar os nomes de seus inimigos na lama do esgoto que corre pelas páginas dos meios de comunicação de que são sócios. Assim, teriam o direito a uma despedida honrosa, ao invés da lenta dissecação, em vida, pela qual passarão até o último de seus dias.

Vem o ainda senador Torres cotejar o sofrimento da família dele ao seu próprio, diante dos pares, como se isso fosse argumento, desculpas para a sordidez com que enganou, mentiu e, em segredo de polichinelo, urdiu contra o país e a ordem democrática, em seu proveito próprio e de seus cúmplices. Agora, quando não conta mais com o escudo da moralidade e a armadura dos bons costumes, dos quais se autodeclarava prócer e campeão, despido de qualquer autoridade moral, preferiu o ato contrito à ferocidade com a qual detratou todos aqueles que ousaram se insurgir contra o império que, por décadas, manteve ajoelhadas as instituições nacionais. Parece mais claro, neste momento, descerrado o pano em seu último ato, o enredo da peça infame que deu origem ao processo ora em curso no STF. Esclarecem-se, diante desta pífia audiência do canastrão, as reais intenções daqueles que desenharam a cena habitada por corruptores maquiavélicos, prestes a transformar o Brasil na República dos iníquos. Tatuaram as próprias intenções na pele de seus detratores e, com ajuda profissional de bandidos travestidos em jornalistas, popularizaram em folhetins, com o título de ‘Mensalão’, as caricaturas dos homens públicos que o país elegeu, exatamente para extirpar todos eles, a casta que aqui governava desde o golpe de 64.

Caiu por terra, nesta terça-feira, a casa de caboclo que armaram contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e vários de seus ministros, entre eles o chefe da Casa Civil, José Dirceu. Ficou evidente o nível de interação entre as camadas que bradavam palavras de Liberdade e Justiça àquelas máfias formadas para sustentar os jatinhos e convescotes animados nas capitais europeias. Está escancarado, para quem quiser ver, o atrevimento da camarilha que ora se esfacela. Encerra-se, na lastimável performance do ex-líder da extrema direita, a falseta de um discurso que pecou contra os seus princípios. Mas é preciso ir adiante e, no rastro do bufão que entreteve a audiência dos telejornais, nesta noite, algemarem a mão que controla, ainda agora, os títeres abandonados à própria sorte, ainda que contem com o auxílio luxuoso dos mais caros advogados do país.

Gilberto de Souza

maio 20, 2012

Vamos mobilizar, contra a politicagem rasteira...

Para fazer "a revolução", não precisamos pegar em armas ou acabar com a vida de ninguém. A nossa "arma", são as redes sociais, acredite no poder que nós temos. Basta cada um fazer a sua parte e ampliar. Tá na sua mão. Na nossa mão. Seja bastante coerente. Houve um carta publicada no Globo...

Tudo tem um começo,... e parte de um princípio! Certamente, um dia a casa se "apruma"!

Esta é uma Matéria que vale a pena repassar, solicito que divulguemos com entusiasmo, chega de nepotismo e de interesses ardilosos!

Corroboro com a carta publicada no Globo por Gil Cordeiro Dias Ferreira Que venha o novo referendo pelo desarmamento. Votar NÃO, como da primeira vez, e quantas forem necessárias. Até que os Governos Federal, Estaduais e Municipais, cada qual em sua competência, revoguem as leis que protegem bandidos, desarmem-nos, prendam-nos, invistam nos sistemas penitenciários, impeçam a entrada ilegal de armas no País e entendam de uma vez por todas que NÃO lhe cabe desarmar cidadãos de bem. Nesse ínterim, propor que outras questões sejam inseridas no referendo:

• Voto facultativo? SIM!
• Reduzir para um terço os Deputados Federais e Estaduais e os Vereadores? SIM!
• Acesso a cargos públicos exclusivamente por concurso, e NÃO por nepotismo? SIM!
• Reduzir os 37 Ministérios para 12? SIM!
• Cláusula de bloqueio para partidos nanicos sem voto? SIM!
• Fidelidade partidária absoluta? SIM!
• Férias de apenas 30 dias para todos os políticos e juízes? SIM!
• Ampliação do Ficha-limpa? SIM!
• Fim de todas as mordomias de integrantes dos três poderes, nas três esferas? SIM!
• Cadeia imediata para quem desviar dinheiro público (elevando-se para a categoria de crime hediondo)? SIM!
• Atualização dos códigos penal e processo penal? SIM!
• Fim dos suplentes de Senador sem votos? SIM!
• Redução dos 20 mil funcionários do Congresso para um quinto? SIM!
• Voto em lista fechada? NÃO!
• Financiamento público das campanhas? NÃO!
• Horário Eleitoral obrigatório? NÃO!
• Maioridade penal aos que praticarem crimes? SIM!

• Um BASTA! na politicagem rasteira que se pratica no Brasil? SIM!!!!!

"O dinheiro faz homens ricos; o conhecimento faz homens sábios e 
a humildade faz homens grandes".

Infelizmente, tem um pessoal que não se se mobiliza ou repassa, não sai as ruas como na Grécia, na Síria, no Egito, etc. Aqui no Brasil só há mobililização para protestar quando o time de futebol perde...

.

maio 18, 2012

Juiz propõe projeto de energia limpa em Santa Rita do Sapucaí

Um juiz de Santa Rita do Sapucaí, no Sul de Minas, propõe um projeto que vai levar energia limpa para as cidades. José Henrique Mallmann já inovou em outra situação, fazendo com que os presos trabalhem e paguem as vítimas lesadas pelos crimes cometidos.

São mais de 18 anos trabalhando com Direito Penal, muitos deles dedicados a estreitar a relação entre presos e a sociedade. "O preso pedala em uma bicicleta sem pneu e o movimento do pedal vai para um alternador que vai para uma bateria. Uma vez carregada, a bateria é transportada a um local público para iluminar um lugar que antes era ermo", explica Mallmann.

O juiz de Santa Rita do Sapucaí, idealizou, ainda, um projeto em que condenados trabalham para indenizar vítimas dos crimes que cometeram. Metade do salário mínimo recebido vai para os familiares do detento e a outra metade para a vítima. Além disso, para cada três dias de trabalho, o preso ganha remissão de um dia na pena.

O juiz José Henrique Mallmann, diz que o primeiro requisito para ingressar no programa é ter um bom comportamento carcerário. "Depois tem que ter passado grande parte da pena recluso e, por último, um preso que cometeu um prejuízo que pode ser mensurado economicamente", explica. 

Empresários locais foram procurados para financiar o projeto que tem ajudado presos a se reintegrarem socialmente. A população e as vítimas apoiaram.

video

maio 15, 2012

Jornal esperado por 90% dos brasileiros


Velhimos, vamos beber líquidos...



Principal causa da confusão mental no idoso 

Arnaldo Lichtenstein, médico 

Sempre que dou aula de clínica médica a estudantes do quarto ano de Medicina, lanço a pergunta:

- Quais as causas que mais fazem o vovô ou a vovó terem confusão mental?

Alguns arriscam:

*"Tumor na cabeça". Eu digo: "Não".

Outros apostam: "Mal de Alzheimer"

Respondo, novamente: "Não".

A cada negativa a turma se espanta... E fica ainda mais boquiaberta quando enumero os três responsáveis mais comuns:

- diabetes descontrolado;
- infecção urinária;
- a família passou um dia inteiro no shopping, enquanto os idosos ficaram em casa.

Parece brincadeira, mas não é. Constantemente vovô e vovó, sem sentir sede, deixam de tomar líquidos. Quando falta gente em casa para lembrá-los, desidratam-se com rapidez.

A desidratação tende a ser grave e afeta todo o organismo. Pode causar confusão mental abrupta, queda de pressão arterial, aumento dos batimentos cardíacos ("batedeira"), angina (dor no peito), coma e até morte.

Insisto: não é brincadeira. Na melhor idade, que começa aos 60 anos, temos pouco mais de 50% de água no corpo. Isso faz parte do processo natural de envelhecimento.

Portanto, os idosos têm menor reserva hídrica. Mas há outro complicador: mesmo desidratados, eles não sentem vontade de tomar água, pois os seus mecanismos de equilíbrio interno não funcionam muito bem, ainda mais se ingerirem álcool, o qual possibilita o excesso dessa desidratação

Conclusão:
Idosos desidratam-se facilmente não apenas porque possuem reserva hídrica menor, mas também porque percebem menos a falta de água em seu corpo. Mesmo que o idoso seja saudável, fica prejudicado o desempenho das reações químicas e funções de todo o seu organismo.

Por isso, aqui vão dois alertas:

1 - O primeiro é para vovós e vovôs: tornem voluntário o hábito de beber líquidos. Por líquido entenda-se água, sucos, chás, água-de-coco, leite, sopa, gelatina e frutas ricas em água, como melão, melancia, abacaxi, laranja e tangerina, também funcionam. O importante é, a cada duas horas, botar algum líquido para dentro. Lembrem-se disso!

2 - Meu segundo alerta é para os familiares: ofereçam constantemente líquidos aos idosos. Ao mesmo tempo, fiquem atentos. Ao perceberem que estão rejeitando líquidos e, de um dia para o outro, ficam confusos, irritadiços,fora do ar, atenção. É quase certo que sejam sintomas decorrentes de desidratação. "Líquido neles e rápido para um serviço médico".

(*) Arnaldo Lichtenstein (46), médico, é clínico-geral do Hospital das Clínicas e professor colaborador do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).