Brasil na alienação dos sentidos negativos da política, corrupção generalizada, a falta de reforma política... o ficha limpa não passa o Brasil a limpo!

Enfim, este país de vossas excelências, as mariposas políticas, o povo vive de utopia, pela miséria controlada afim de eleições e reeleições, donde o dinheiro público é investido ao bem patrimonial de políticos; e os jovens se perdem em redes sociais falando que vão ao banheiro!


junho 20, 2013

O Brasil e sua democracia corrupta!!!

DECLARAÇÃO DO MINISTRO JOAQUIM BARBOSA Ministro e futuro Presidente da Nação Brasileira:


 "Somos o único caso de democracia no mundo em que condenados por corrupção legislam contra os juízes que os condenaram. 
Somos o único caso de democracia no mundo em que as decisões do Supremo Tribunal podem ser mudadas por condenados. 
Somos o único caso de democracia no mundo em que deputados após condenados assumem cargos e afrontam o Judiciário. 
Somos o único caso de democracia no mundo em que é possível que condenados façam seus habeas corpus, ou legislem para mudar a lei e serem libertos". 


 (Declaração do Ministro do STF, Joaquim Barbosa, sobre o projeto de submete à aprovação do Congresso as decisões do STF)

Prefeitos abaixam tarifas... não é por isso!!!


Entenda o que é a PEC 37
Léo Rodrigues - Portal EBC

Uma das bandeiras levantadas nesta segunda-feira (17) pelos manifestantes de diversas capitais do Brasil pede o arquivamento da Proposta de Emenda Constitucional 37/2011. Se aprovada, o poder de investigação criminal seria exclusivo das polícias federal e civis, retirando esta atribuição de alguns órgãos e, sobretudo, do Ministério Público (MP).

A PEC 37 sugere incluir um novo parágrafo ao Artigo 144 da Constituição Federal, que trata da Segurança Pública. O item adicional traria a seguinte redação: "A apuração das infrações penais de que tratam os §§ 1º e 4º deste artigo, incumbem privativamente às polícias federal e civis dos Estados e do Distrito Federal, respectivamente".

A justificativa apresentada pelo autor da PEC, deputado Lourival Mendes (PT do B - MA), ressalta que não há prejuízo para a investigação criminal em comissões parlamentares de inquérito (CPIs), o que é garantido por um outro dispositivo presente na Carta Magna. Porém, ele evoca um livro do desembargador Alberto José Tavares da Silva, para quem "a investigação de crimes não está incluída no círculo das competências legais do Ministério Público", levando diversos processos a serem questionados nos tribunais superiores.

Reação

Diante da tramitação da PEC 37 na Câmara dos Deputados, diversas organizações lançaram a campanha "Brasil contra a impunidade", acusando a proposta de beneficiar criminosos. Utilizando dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o grupo alega que apenas 11% das ocorrências sobre crimes comuns são convertidos em investigações policiais e, no caso dos homicídios, somente 8% são apurados.

Ao mesmo tempo, apontam que graças ao trabalho do Ministério Público Federal foram propostas 15 mil ações penais entre 2010 e 2013. Se tais casos fossem repassadas à Polícia Federal, os crimes poderiam não ser julgados. Eles acabariam prescritos caso as investigações não se concluíssem a tempo.

Participam da campanha a Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (CONAMP), o Conselho Nacional de Procuradores-Gerais (CNPG), a Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), a Associação Nacional do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (AMPDFT), a Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT) e a Associação Nacional do Ministério Público Militar (ANMPM).

Aperfeiçoamento

No final do mês passado, o relator da PEC 37, deputado Fabio Trad (PMDB/MS), ressaltou que um grupo de trabalho havia sido formado para aperfeiçoar a proposta. Os integrantes concordavam que o MP deveria ter a prerrogativa de investigar casos específicos e que faltaria definir e regulamentar de que forma seria essa atuação.

No entanto, integrantes do Ministério Público Federal (MPF) rejeitaram nesta segunda (17) a proposta alternativa apresentada. Segundo o presidente da ANPR, Alexandre Camanho, mesmo com a flexibilização, "qualquer das duas redações da PEC 37 tornariam a investigação por parte do MP inexequível".

O grupo de trabalho se comprometeu a entregar um relatório final nesta quarta (19) ao presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves. A apreciação da PEC 37 pelo plenário da casa está prevista para o dia 26 de junho. Segundo Henrique Alves a votação acontecerá “de forma irreversível” na data marcada.

junho 14, 2013

Manifestações em SP: Manifestantes ou polícia do governo municipal do PT, quem são os vândalos??

Promotor é demitido do Mackenzie após criticar manifestações em SP

O promotor de Justiça Rogério Zagallo, do Ministério Público do Estado de São Paulo, foi demitido da Universidade Presbiteriana Mackenzie, onde dava aula de Direito Penal desde 2006. A demissão se tornou pública depois de ele ter feito comentários polêmicos no Facebook sobre o Movimento Passe Livre, na segunda-feira, 10, ofendendo os manifestantes e dizendo que se a Tropa de Choque matasse alguém ele "arquivaria o inquérito policial".

A assessoria de comunicação do Mackenzie não quis comentar as declarações de Zagallo e disse que o desligamento do professor neste momento foi uma "coincidência". A demissão teria sido assinada dias antes da postagem dos comentários, em um processo rotineiro de "realocação de professores" no fim do semestre. Zagallo não quis se pronunciar. Seu perfil não aparecia mais no Facebook nesta quarta-feira. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Estadão Conteúdo








junho 05, 2013

Maioridade penal: Governo omisso, arma-se o povo!!!



Brasileiros estão sendo abatidos!!!


Diário Popular » Menor que matou mãe na frente de filhos, agora, é ...




Até quando, os brasileiros irão acompanhar os noticiários (diga-se, podres) sobre menores infratores, ou melhor, verdadeiros assassinos, armados (e não drogados, afinal, as drogas são desculpas tanto destes assassinos quanto das autoridades que ficam de braços cruzados)...

Somos reféns de nós mesmos, afinal, quando o governo iniciou a campanha do desarmamento, um bando saiu correndo e entregou suas armas, e agora, elas estão nas mãos destes menores e o povo se refugia enquanto deveria estar se defendendo, mesmo por que, o governo vira as costas para o problema da segurança enquanto se diverte com a FIFA.

Até quando este País será refém de menores assassinos?? 
Será que quando acontecer de um menor fuzilar a sangue frio algum familiar de um governante, nossos representantes irão acordar???

.

junho 04, 2013

Onde estão os indignados do Brasil? Por que os brasileiros não reagem?

No dia 7 de julho, Juan Arias, correspondente no Brasil do jornal espanhol El País, um dos melhores profissionais estrangeiros que atuam por aqui nessa área, dos mais agudos, escreveu um artigo em que pergunta: “Por qué Brasil no tiene indignados?

Arias não dá respostas e faz, de forma direta e indireta, essa e outras boas perguntas, que me disporei a responder mais tarde, naquele texto da madrugada:


- será que os brasileiros não sabem reagir à hipocrisia e à falta de ética dos políticos?

- será que não se importam com os ladrões e sabotadores que estão nas três esferas de governo?

- será mesmo esse povo naturalmente pacífico, contentando-se com o pouco que tem?;

- por que estudantes e trabalhadores não vão às ruas contra a corrupção?

- que país é este que junta milhões numa marcha gay, outros milhões numa marcha evangélica, muitas centenas numa marcha a favor da maconha, mas que não se mobiliza contra a corrupção?

- será que não cabe aos jovens exigirem um país menos corrupto?


Blog
Reinaldo Azevedo