Brasil na alienação dos sentidos negativos da política, corrupção generalizada, a falta de reforma política... o ficha limpa não passa o Brasil a limpo!

Enfim, este país de vossas excelências, as mariposas políticas, o povo vive de utopia, pela miséria controlada afim de eleições e reeleições, donde o dinheiro público é investido ao bem patrimonial de políticos; e os jovens se perdem em redes sociais falando que vão ao banheiro!


setembro 13, 2011

Mais Marca Histórica: Empregada Doméstica de Ministro do Turismo recebia salário pelo Congresso Nacional, e outro Ministro caiu!!

O ministro do Turismo, Pedro Novais (PMDB), 81 anos, usou dinheiro público para bancar o salário da empregada doméstica de seu apartamento em Brasília.

O pagamento é irregular e foi feito de 2003 a 2010, quando Novais era deputado federal pelo PMDB do Maranhão. A empregada Doralice Bento de Sousa, 49 anos, recebia como secretária parlamentar na Câmara, nomeada por Novais.

Apurou-se que ela não dava expediente no gabinete de Novais nem no escritório político no Estado de origem, precondições para o uso de verbas parlamentares para pagar assessores.

Dora fazia tarefas no apartamento de Novais: cozinhava, organizava a casa e chefiava a faxina das diaristas. Ela dormia com alguma frequência na casa de Novais e acompanhava a família ao Rio de Janeiro, onde o ministro tem um apartamento, e ao Maranhão.

Dora e o ministro dizem que ela trabalhava em seu gabinete, e não no apartamento. Mas as informações foram confirmadas por duas pessoas que frequentavam o prédio de Novais.

Troca de emprego

Uma secretária parlamentar da Câmara ganha de R$ 1.142 a R$ 2.284, dependendo de gratificações. Dora foi exonerada em janeiro deste ano, tão logo Novais foi nomeado ministro e teve de trocar o apartamento da Câmara por um flat.

Mas ela não ficou desempregada. Foi contratada pela Visão Administração e Serviços, que recebe anualmente R$ 1,5 milhão do Turismo para fornecer mão de obra. Dora virou recepcionista de um escritório que o ministério mantém em um shopping de Brasília.

Antes de trabalhar para Novais, Dora foi doméstica do ex-deputado Marcelo Barbieri (PMDB). Hoje prefeito de Araraquara (SP), ele disse que Novais o procurou para saber da empregada:

"Ele pediu referências dela, e eu dei. Disse que é uma pessoa boa, honesta. Fazia tudo, mas minha relação com ela era particular, não tinha nada a ver com a Câmara", afirmou.

O Ministério Público já denunciou por improbidade administrativa outros deputados que usaram verba pública para pagar empregadas domésticas.

Como já dizia o General Francês Charles de Gaulle, "O BRASIL NAO É UM PAÍS SÉRIO".


Experiências a parte, porém, manter um homem de 81 anos é muita prepotência do partido ainda ter um desses em seu escalão, mas, este museu político produziria mais ao País se estivesse em casa gastando sua pomposa aposentadoria!!

Mais um que usou de dinheiro público para proveito próprio (digamos, desviou recursos, roubo???) e nada lhe acontecerá, simplesmente, como sempre, irônico como todos os outros, pediu pra sair, com os bolsos cheios de dinheiro público, indevido!

E como os outros ex-ministros que se enriqueceram com dinheiro público e nada devolveram, irão olhar para o abestalhado povo que lhe dá votos e dar risadas!!

Aliás, como justificar um homem com tantos escândalos no governo petista
?????????????????????????!

Nenhum comentário: